O Lugar dos Assentamentos no Desenvolvimento Local/Regional: Dilemas e Perspectivas Futuras

Main Article Content

Vera L. S. Botta Ferrante
Luís Antonio Barone

Resumo

Objetiva-se analisar as diversidades e as coincidências nos impasses e perspectivas no desenvolvimento da política de assentamentos rurais no Estado de São Paulo, em duas situações bastante diferentes do ponto de vista regional. A análise, ao privilegiar o âmbito local/regional no enquadramento empírico desse estudo, se defronta imediatamente com tensões específicas, tanto do ponto de vista das estruturas políticas e econômicas, quanto dos atores sociais diretamente envolvidos nesta conflituosa realidade. O caráter comparativo deste artigo visa, portanto, ressaltar os possíveis rumos das experiências de assentamentos, em função das tramas sociais constituídas pelos distintos agentes/ atores sociais que animam o cenário local/regional em cada caso, bem como através das tensões que se expressam no campo das alternativas políticas e econômicas. Na discussão dos rumos dessas experiências inovadoras na gestão econômica do território esclarecem-se tensões reveladoras de contradições possíveis entre a chamada agricultura familiar e o grande capital agropecuário e agroindustrial. Tensões entre as práticas e as racionalidades dos diferentes agentes (assentados, técnicos, agentes políticos, empresários) e o campo do poder, entendido como o jogo de forças sociais que atravessa o futuro da Reforma Agrária compõem o núcleo do presente artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Ferrante, V. L. S. B., & Barone, L. A. (2005). O Lugar dos Assentamentos no Desenvolvimento Local/Regional: Dilemas e Perspectivas Futuras. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 9(2), 155-180. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2006.v9i2.273
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Vera L. S. Botta Ferrante, Centro Universitário de Araraquara (Uniara).

Socióloga, coordenadora do Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente.

Luís Antonio Barone, FCT/Unesp.

Sociólogo, professor assistente-doutor do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/Unesp – Campus de Presidente Prudente,