Análise parasitológica de hortaliças e avaliação dos cuidados e conhecimentos para o consumo in natura pela população

Main Article Content

Roberta da Silva Reis
Mariana Flores de Castro
Geórgia Muccillo Dexheimer

Resumo

Introdução: o grande número de contaminações por enteroparasitos são indicativos da baixa qualidade higiênico-sanitária, e chamam a atenção para a importância de medidas voltadas à informação da população. Sabe-se que a contaminação de alimentos, em especial os consumidos in natura, é frequente e necessita de atenção no momento do consumo. Objetivo: avaliar a presença de parasitos intestinais presentes em amostras de hortaliças cultivadas em diferentes sistemas e verificar os cuidados prestados pela população para o consumo de tais alimentos. Métodos: Análise Por sedimentação espontânea e questionário para avaliação dos conhecimentos e hábitos de higienização de hortaliças. Resultados: foram analisadas 50 hortaliças hidropônicas, orgânicas e convencionais, dentre espécies de Agrião, Alface, Couve e Rúcula. Destas, 34 (68%) apresentaram contaminação por parasitos intestinais, sendo a maior frequência de contaminação hidropônica, com positividade em 73,7%. Os parasitos mais frequentes encontrados foram o Strongyloides stercoralis, Ancylostoma sp. e Entamoeba coli. Ainda, a população em geral não tem o hábito de higienizar as hortaliças de forma a eliminar possíveis patógenos. Conclusão: A correta higienização das hortaliças é um fator importante para o controle das parasitoses. É importante que haja vigilância e controle de qualidade da água e aditivos adicionados durante o plantio de hortaliças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Reis, R. da S., de Castro, M. F., & Dexheimer, G. M. (2020). Análise parasitológica de hortaliças e avaliação dos cuidados e conhecimentos para o consumo in natura pela população. Revista Brasileira Multidisciplinar, 23(2), 136-144. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2020.v23i2.767
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Roberta da Silva Reis, Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES

Biomédica. 

Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES

Mariana Flores de Castro, Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES

Biomédica. 

Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES

Geórgia Muccillo Dexheimer, Universidade do Vale do Taquari

Biomédica, PhD em Biotecnologia

Professora da Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES

Centro de Ciências Biológicas e da Saúde

Referências

AZIM, Anuwarul. et al. Prevalence of Intestinal Parasites in Raw Vegetables Consumed by Inhabitants of Mymensingh City. Mymensingh medical journal: MMJ, v. 27, n. 3, p. 440-444, 2018.

BOAVENTURA, LuaraThabata Alves et al. Conhecimento de manipuladores de alimentos sobre higiene pessoal e boas práticas na produção de alimentos. Revista Univap, v. 23, n. 43, p. 53-62, 2017.

BARBOSA, Victor Augusto Araújo et al. Comparação da contaminação de alface (Lactuca sativa) proveniente de dois tipos de cultivo. Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal, v. 10, n. 2, p. 231-242, 2016.

BRAUER, Alline Mikaela Nunes Wildemberg; SILVA, Janaina Costa da Silva.; SOUZA, Marco Antônio Andrade. Distribuição de enteroparasitos em verduras do comércio alimentício do município de São Mateus, Espírito Santo, Brasil. Natureza Online, v. 14, n. 1, p. 055-60, 2016.

BUSS, Bryan F. et al. Regional investigation of a cyclosporiasis outbreak linked to imported romaine lettuce–Nebraska and Iowa, June–August 2013. Epidemiology & Infection, v. 144, n. 9, p. 1807-1817, 2016.

DO NASCIMENTO, Ermeton Duarte; ALENCAR, Feliphe Lacerda Souza. Eficiência antimicrobiana e antiparasitária de desinfetantes na higienização de hortaliças na cidade de Natal-RN. Ciência e Natura, v. 36, n. 2, p. 92-106, 2014.

GOMES, Carolina Urbano Savelli; MACHADO, Everton José; MÜCKE, Naieli. Avaliação das metodologias de higienização de hortaliças in natura empregadas pela população de Medianeira-Pr, utilizando alfaces (lactuca sativa) de diferentes fontes de adubação. 2011. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira. 2011.

GREGÓRIO, Débora de Souza; MORAES Gabrielle Ferrante Alves de; NASSIF Jéssica Maida; ALVES Mayara Rhaíssa de Moraes; CARMO Nadiele Esteves do; JARROUGE Márcio Georges, et al. Estudo da contaminação por parasitas em hortaliças da região leste de São Paulo. Science in health, v. 3, n. 2, p. 96-103, 2012.

JUNG, Géssica Jacinto et al. Parasitos em alface Lactuca sativa (Asterales: Asteraceae) cultivadas em pequenas propriedades rurais dos municípios de Capinzal, Vargem Bonita e Lacerdópolis, Santa Catarina, Brasil. Unoesc & Ciência, v. 5, n. 1, p. 103-108, 2014.

LALLE, Marco et al. Loop-Mediated Isothermal Amplification-Lateral-Flow Dipstick (LAMP-LFD) to detect Toxoplasma gondii oocyst in ready-to-eat salad. Food microbiology, v. 70, p. 137-142, 2018.

LINO, Thiago Francisco Lima et al. Perfil do consumidor na higienização de hortaliças adquiridas em feiras livres e nos supermercados do município de Garanhuns–PE. Horticultura brasileira, v. 55292, p. 270, 2009.

MARTINS, Alana Gomes; FERREIRA, Ana Caroline Silva. Caracterização das condições higiênico-sanitária das feiras livres da cidade de Macapá e Santana-AP. Revista Arquivos Científicos (IMMES), v. 1, n. 1, p. 28-35, 2018.

NOMURA, Priscila Ruzzon et al. Estudo da incidência de parasitas intestinais em verduras comercializadas em feira livre e supermercado de Londrina. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, v. 36, n. 1Supl, p. 209-214, 2015.

SANTOS, Juliana Santiago et al. Análise parasitológica em hortaliças cultivadas em diferentes sistemas de produção. 2016. 39 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2016.

SARAIVA, Neocimar et al. Incidência da contaminação parasitária em alfaces nos municípios de Araraquara (SP) e São Carlos (SP). Revista Brasileira Multidisciplinar, v. 9, n. 1, p. 213-216, 2005.

SOUZA, P. de et al. Período para desinfestação das pastagens por larvas de nematóides gastrintestinais de ovinos, em condições naturais nos campos de Lages, SC. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 9, n. 2, p. 159-164, 2000.

TAKAYANAGUI, Osvaldo M. et al. Avaliação da contaminação de hortas produtoras de verduras após a implantação do sistema de fiscalização em Ribeirão Preto, SP. Rev. Soc. Bras. Med. Trop, p. 239-241, 2007.

VAN DIJK, Jan. et al. Ultraviolet light increases mortality of nematode larvae and can explain patterns of larval availability at pasture. International journal for parasitology, v. 39, n. 10, p. 1151-1156, 2009.

VIEIRA, Ervelin Karla. Influência das estações seca e cheia na ocorrência das parasitoses intestinais no município de Tefé. 2017. 9f. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade do Estado do Amazonas, Tefé, 2017.