Regimes jurídicos fundiários no Brasil e Função Socioambiental da Posse Agrária: a regularização fundiária de populações ribeirinhas da várzea amazônica

Main Article Content

Karla Rosane Aguiar Oliveira

Resumo

Durante os diversos regimes jurídicos fundiários da história brasileira, as populações ribeirinhas definiram formas de territorialização específicos e vínculos ancestrais nas calhas dos rios amazônicos, porém historicamente sempre viveram em condição de invisibilidade sócio-política. Em virtude das condições de colonização e apropriação da terra no Brasil, valeram-se do instituto da posse como a única opção de acesso à terra. Com a evolução da legislação e das lutas destas populações, havia a necessidade de promover a regularização fundiária que abarcasse o modo de vida caboclo. Assim, este artigo tem como objetivo contribuir com o debate sobre a questão agrária no Brasil, a partir de revisão de literatura e análise do quadro jurídico envolvido. Para isso, enfoca a Concessão de Direito Real de Uso como um dos instrumentos que proporciona ao Estado a garantia da função social dos bens públicos e a segurança jurídica da posse agrária de populações de várzea da Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Oliveira, K. R. A. (2015). Regimes jurídicos fundiários no Brasil e Função Socioambiental da Posse Agrária: a regularização fundiária de populações ribeirinhas da várzea amazônica. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 18(1), 85-95. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2015.v18i1.340
Seção
Artigos de Revisão

Referências

ABE, Nilma de Castro. Gestão do patrimônio público imobiliário: aspectos jurídicos da destinação, delimitação, fiscalização e responsabilidade. 2.ed. Belo Horizonte: Fórum, 2013.

ADAMS, Cristina; MURRIETA, Rui; NEVES, Walter. As sociedades caboclas amazônicas: modernidade e invisibilidade (Introdução). In:

ADAMS, Cristina; MURRIETA, Rui; NEVES, Walter (orgs). Sociedades caboclas amazônicas: modernidade e invisibilidade. São Paulo: Annablume, 2006. P. 15-44.

ALLEGRETTI, Mary Helena. Reservas Extrativistas: parâmetros para uma política de desenvolvimento sustentável na Amazônia. In: ANTHONY, Anderson et AL; ARNT, Ricardo (Org.). O destino da floresta: reservas extrativistas e desenvolvimento sustentável na Amazônia. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1994. 276p.

BECKER, Bertha. Geopolítica da Amazônia. Estudos Avançados, v.53, n. 19, 2005. p. 71-86. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/ea/v19n53/24081.pdf>. Acesso em 30 jan. 2015.

CARVALHO, Vailton Loula de. Formação do Direito Fundiário Brasileiro. São Paulo: Iglu, 1999. 85p.

CRUZ, Manuel de Jesus Masulo da. Territorialização camponesa na várzea da Amazônia.2007. 261f. Tese (Doutorado)-Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Uso privativo de bem público por particular. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

FERES, João Bosco. Propriedade da terra: opressão e miséria: o meio rural na história social do Brasil. Amsterdam: CEDLA Latin America Studies, 1990. 637pgs.

GOMES, Orlando. Direitos Reais. 8ª ed. Rio de Janeiro: Forense. 1983.

GUIMARÃES, Alberto Passos. Quatro séculos de latifúndio-1963. In: STEDILE, João Pedro (Org.). A questão agrária no Brasil: o debate

tradicional-1500-1960. 2.ed. São Paulo: Expressão popular, 2011. P. 35-77.

MARQUESI, Roberto Wagner. Direitos Reais Agrários e Função Social. 2.ed. Curitiba: Juruá, 2012.202p.

MATTOS NETO, Antônio José de. A questão Agrária no Brasil: aspecto sócio-jurídico. Projeto História, São Paulo, n. 33, p. 97-118, dez. 2006. Disponível em . Acesso em 24

MCGRATH, David G e GAMA, Antônia Socorro Pena da Gama. A situação fundiária da várzea do Rio Amazonas e experimentos de regularização fundiária nos estados do Pará e do Amazonas. In:

BENATTI, José Helder. A questão fundiária e o manejo dos recursos naturais da várzea: análise para a elaboração de novos modelos jurídicos. Manaus: jul 2014. Ibama/ProVárzea, 2005.

RIBEIRO, Darcy. O Povo Brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SILVA, Antônio Carlos da Silva; SILVA, Josué da Costa. Seringueiros na Amazônia. COLÓQUIO NACIONAL DO NEER, 2 2006. Disponível em <http://www.neer.com.br/ anais/NEER-2/trabalhos.

html>. Acesso em 13 fev. 2015.

TRECCANI, Girolamo Domenico. Regularizar a terra: um desafio para as populações tradicionais de Gurupá, 2006. 725f. Belém: UFPA . Tese (Doutorado). Belém, UFPA, 2006.