O Conceito de Bacia Hidrográfica e a Importância da Caracterização Morfométrica para o Entendimento da Dinâmica Ambiental Local

Main Article Content

Valter Luiz Iost Teodoro
Denilson Teixeira
Daniel Jadyr Leite Costa
Beatriz Buda Fuller

Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo apresentar os diferentes conceitos relativos a bacias hidrográficas e realizar a caracterização morfométrica da microbacia do córrego Marivan localizada no município de Araraquara (SP). Diferentes definições referentes ao conceito de bacias hidrográficas foram discutidas e sistematizadas. Para a caracterização morfométrica da microbacia do córrego Marivan foi utilizado um mapa topográfico na escala 1:10.000 cedido pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Araraquara (DAAE). Os resultados indicam que a microbacia do córrego Marivan é pouco ramificada, com uma área de 2,1 km² e perímetro de 5,37 km. O comprimento do canal principal é de 1,37 km com uma rede de drenagem total de 1,43 km. Possui uma baixa capacidade de drenagem e densidade hidrográfica. O fator de forma e o índice de circularidade indicam que o perímetro da bacia aproxima-se a um círculo, o que favorece os processos de inundação (cheias rápidas). Concluise que a análise de aspectos relacionados à drenagem, relevo e geologia pode levar à elucidação e compreensão de diversas questões associadas à dinâmica ambiental local, todavia nenhum desses índices, isoladamente, deve ser entendido como capaz de simplificar a complexa dinâmica da bacia, a qual inclusive tem magnitude temporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Teodoro, V. L. I., Teixeira, D., Costa, D. J. L., & Fuller, B. B. (2007). O Conceito de Bacia Hidrográfica e a Importância da Caracterização Morfométrica para o Entendimento da Dinâmica Ambiental Local. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 11(1), 137-156. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2007.v11i1.236
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Valter Luiz Iost Teodoro, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente – UNIARA

Denilson Teixeira, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Doutor em Ciências da Engenharia Ambiental, docente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente do Centro Universitário de Araraquara – UNIARA

Daniel Jadyr Leite Costa, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Apoio técnico do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente do Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Beatriz Buda Fuller, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente – UNIARA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>