Interfaces Epistemológicas em Abordagens Inter e Transdisciplinares, em Revitalização do Ambiente Construído

Main Article Content

Heloísa Helena Couto

Resumo

As deposições clandestinas indiscriminadas dos resíduos da construção civil (RCC) provocam danos enormes e irreparáveis prejuízos ao meio ambiente, causando poluição dos espaços públicos, encurtando a vida útil dos aterros sanitários, promovendo o assoreamento de sub-bacias hidrográficas e onerando os cofres públicos. O objeto deste estudo é a gestão para lidar com os resíduos da construção civil, utilizando-os em intervenções residenciais de aglomerados urbanos. O estudo visa mostrar as interfaces epistemológicas em abordagens interdisciplinares e transdisciplinares do objeto de estudo proposto. A partir da epistemologia e dos conceitos de interdisciplinaridade e transdisciplinaridade procura-se identificar as disciplinas e suas interfaces com o objeto, fazendo uma breve contextualização sobre sustentabilidade e desenvolvimento econômico, materiais, resíduos de demolição, relações sociais. Reciclar resíduos da construção civil pode gerar programas de inclusão social, ao empregar e ao capacitar mão-de-obra desqualificada e também viabilizar a autogestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Couto, H. H. (2010). Interfaces Epistemológicas em Abordagens Inter e Transdisciplinares, em Revitalização do Ambiente Construído. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 13(1), 166-177. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2010.v13i1.136
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Heloísa Helena Couto, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Mestranda da Escola de Arquitetura