Benefícios da Cafeína sobre os Níveis Séricos de Colesterol e Triglicerídeos

Tatiana O. P. Araújo, Evelyn de Jesus Goes Liz, Aline G Rocha, Marciano Pires da Costa, Luiz Henrique S Santos, Aline C. Bertato, Miriane da Costa Gileno

Resumo


A cafeína (CF) é o ingrediente ativo do café e também de outros alimentos e medicamentos muito consumidos. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da CF, em diferentes concentrações, sobre os valores séricos de colesterol total (CT) e frações, triglicerídeos (TG) e lipoproteínas HDL colesterol e VLDL colesterol em ratos. Foram analisadas 60 amostras de soro de ratos Wistar machos, submetidos à ingestão de solução aquosa de CF durante quatro dias, sendo sacrificados no quinto dia. As análises de CT e frações foram realizadas por equipamento automatizado (Technicon RA – XT) e os valores de VLDL colesterol, calculados pela equação de Friedewald. Os ratos submetidos ao tratamento com CF foram divididos em três grupos: a) grupo 1: 0,3 mg/ mL/100g peso; b) grupo 2: 6 mg/mL/100g peso; e c) grupo 3: 10 mg/mL/100g peso. Ao grupo controle não foi administrada CF. Foi observada uma diminuição altamente significativa (p<0,01) nos valores de CT dos ratos pertencentes aos grupos 2 e 3 em relação aos do grupo controle; detectou-se uma diminuição altamente significativa (p<0,01) nos valores de TG e VLDL colesterol dos ratos pertencentes ao grupo 3 quando comparados aos do grupo controle; verificou-se também uma diminuição altamente significativa (p<0,01) nos valores de HDL colesterol dos ratos pertencentes ao grupo 2 quando comparados aos do grupo controle. Foi demonstrado também um efeito dose-dependente nos grupos tratados com CF. Estudos epidemiológicos demonstram que o consumo de café fervido e não filtrado eleva o risco de doenças cardiovasculares, devido à presença de dois diterpenos, que promovem o aumento da concentração plasmática de colesterol em seres humanos. Entretanto, outros estudos mostram que o consumo de substâncias ricas em CF leva à diminuição de CT. Nosso trabalho demonstrou que a cafeína pura levou à diminuição de CT, TG e VLDL colesterol, sugerindo um efeito benéfico da CF no sistema cardiovascular, principalmente quando associada aos antioxidantes presentes no café. No entanto, em razão da diminuição nos níveis de HDL colesterol, serão necessários estudos complementares para esclarecer seu exato papel no organismo e na prevenção da placa de ateroma.

Palavras-chave


Cafeína; Lipídeos e lipoproteínas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2011.v14i1.101

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340