A importância das escalas de desempenho no tema atmosfera na estruturação dos resultados do barômetro da sustentabilidade.

André Cavalcante da Silva Batalhão, Denílson Teixeira, Emiliano Lôbo Godoi

Resumo


Os Indicadores de Sustentabilidade são pertinentes a diferentes temas, com o propósito de avaliar, monitorar e caracterizar o processo de desenvolvimento sustentável de um determinado recorte espacial. O tema Atmosfera se faz importante e relevante, pois as emissões de gases podem impactar negativamente a qualidade de vida dos seres vivos. Dentre as diferentes ferramentas disponíveis, o Barômetro da Sustentabilidade (BS) foi selecionado para a avaliação. Nessa perspectiva, o objetivo básico da presente pesquisa foi demonstrar a importância das Escalas de Desempenho do tema Atmosfera na dimensão ambiental, tendo como exemplo o município de Ribeirão Preto (SP). A metodologia adotada teve como principal fundamento o Ciclo de Sete Estágios para aplicação e análise do BS. O nível de qualidade do tema Atmosfera mostrou-se com potencial positivo em direção à sustentabilidade.

Palavras-chave


Indicadores de Sustentabilidade; Qualidade do Ar; Barômetro da Sustentabilidade. Desenvolvimento Sustentável.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, H. A qualidade do ar em Lisboa: valores médios e situações extremas. Revista Finisterra, v.31, n.61 , Lisboa, 1996, p. 43-66.

BELLEN, H. M. van. Indicadores de Sustentabilidade: uma análise comparativa. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. 256p.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Agenda 21 brasileira: resultado da consulta nacional / Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 21 Nacional. 2ed. Brasília: MMA, 2004. 158p.

__________. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, 1988. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 25 mar. 2013.

__________. Resolução CONAMA n. 03/90. Ministério do Meio Ambiente, Brasília: MMA, 1990. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res90/res0390.html>. Acesso em: 22 nov. 2012.

CANÇADO, J. E. D.; BRAGA, A.; PEREIRA, L. A. A.; ARBEX, M. A.; SALDIVA, P. H. N.; SANTOS, U. P. Repercussões clínicas da exposição à poluição atmosférica. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Brasília, v. 32, p. 5-11, 2006.

CETESB – COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. Emissões veiculares no Estado de São Paulo 2011. São Paulo: Cetesb, 2012. 69 p. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2012.

__________. Qualidade do ar no Estado de São Paulo 2011. São Paulo: Cetesb, 2012. 120 p. Disponível em: . Acesso em 18 out. 2012.

__________. Qualidade do ar no Estado de São Paulo 2009. São Paulo: Cetesb, 2010. 292p. Disponível em: . Acesso em 20 out. 2012.

DANTAS, A. A. A. Poluição do ar. Lavras: UFLA/FAEPE, 2005. 25p.

FILHO, D. F. S. Estabelecimento de áreas prioritárias para a arborização por meio de sensoriamento remoto e geotecnologias para o Município de Ribeirão Preto, SP. Piracicaba: Departamento de Ciências Florestais/USP, 2012. 36 p. Disponível em: . Acesso em: 29 nov. 2012.

FRONDIZI, C. A. Monitoramento da qualidade do ar: teoria e prática. Rio de Janeiro: E-papers, 2008. 276p.

GUIJT, I. M.; MOISEEV, A.; PRESCOTT-ALLEN, R. IUCN resource kit for sustainable assessment. Geneva: IUCN Monitoring and Evaluation Initiative, 2001. 347p.

GULIA, S.; NAGENDRA, S. M. S.; KHARE, M.; KHANNA, I. Urban air quality management-A review. Atmospheric Pollution Research, v.6, Turquia, 2015, p.286-304.

KRONEMBERGER, D. M. P.; CLEVELARIO JUNIOR, J.; NASCIMENTO, J. A. S.; COLLARES, J. E. R.; SILVA, L. C. D. Desenvolvimento Sustentável no Brasil: Uma análise a partir da aplicação do Barômetro da Sustentabilidade. Revista Sociedade & Natureza, Uberlândia, v. 20, n. 1, p. 25-50, 2008.

KRONEMBERGER, D. M. P.; CARVALHO, C. N. de; CLEVELÁRIO JUNIOR, J. Indicadores de Sustentabilidade em Pequenas Bacias Hidrográficas: uma aplicação do “Barômetro da Sustentabilidade” à Bacia do Jurumirim (Angra dos Reis, RJ). Revista Geochimica Brasiliensis, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 86-92, 2004.

LEMOS, P. R. Políticas Públicas, Meio Ambiente e Gestão Participativa. In: PÁDUA, E. M. M.; JUNIOR, H. M. (Org.). Ciências Socais, complexidade e meio ambiente: Interfaces e desafios. Campinas: Papirus, 2008. p.137-159.

OKE, T. R. Boundary Layers Climates, 2.ed. Londres: Routledge, 1987. 435p.

PEÇANHA, M. P.; FREITAS, N. P.; LOURENÇO, R. W.; DONALISIO, M. R.; CORDEIRO, R. Saúde e Meio Ambiente. In: ROSA, A. H.; FRACETO, L. F.; MOSCHINI-CARLOS, V. Meio ambiente e sustentabilidade. Porto Alegre: Bookman, 2012, p. 155-176.

PRESCOTT-ALLEN, R. The wellbeing of nations: a country-by-country index of quality of life and the environment. Washington: Island Press, 2001. 342p.

RIBEIRÃO PRETO. Histórico de Ribeirão Preto: Uma região em pleno desenvolvimento. Ribeirão Preto: Prefeitura Municipal, 2012. Disponível em: < http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/crp/i71regiao. htm>. Acesso em: 10 ago. 2012.

ROMEIRO, A. R. Desenvolvimento sustentável: uma perspectiva econômico-ecológica. Revista Estudos Avançados, v.26 n.74, São Paulo, 2012, p.65-92.

SEADE – FUNDAÇÃO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISE DE DADOS. Informações dos municípios paulistas. São Paulo: Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, 2013. Disponível em: http://www.seade.gov.br/produtos/imp/index.php?page=tabela>. Acesso em 12 out. 2013.

SIVERTSEN, B. Monitoring air quality, objectives and design. Chemical Industry & Chemical Engineering Quarterly 14, v.3, 2008, p.167-171.

TOLKACHEVA, G. A. Problems of Air Quality in Tashkent City. In: BARNES, I.; RUDZINSKI, K. J. (eds.). Environmental Simulation Chambers: Application to Atmospheric Chemical Processes. Houten: Springer Netherlands, 2006. p.379-392.

VIEIRA, N. R. Poluição do ar: indicadores ambientais. Rio de Janeiro: E-papers, 2009. 220p.




DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2015.v18i2.330

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340